sexta-feira, abril 22, 2011

O projecto para drenar o Mediterrâneo e criar uma nova nação


Leram bem o título do post. Existiu a ideia de drenar o Mar Mediterrâneo, colocando barragens entre Gibraltar (na Espanha) e o Norte de África. A água excedente seria utilizada para irrigar e fertilizar o deserto do Sahara. E claro que as barragens produziriam electricidade. E os milhares de cidades costeiras que ficariam sem acesso ao mar? Pequenos detalhes!

O Mar Mediterrâneo actual. Tanta terra submersa desperdiçada!

A ideia foi proposta na década de 1920 por Hermann Soergel (1885-1952), um arquitecto da "escola" Bauhaus, que preveu que ao baixar o nível do mar em 200 metros, seriam criados enormes extensões de solo fora de água, prontos para serem ocupados. O Mediterrâneo passaria a ser conhecido por "Panropa Sea", e a nova e expandida Europa teria o nome de "Atlantropa".
Saibam mais detalhes lendo os artigos (em inglês):


2 comentários:

Pedro disse...

No livro de Philip K. Dick. "O Homem do Castelo Alto" é assim que está o mar mediterrâneo. É um excelente "what if" em que os nazis ganharam a guerra e dividiram o mundo com os japoneses, estilo tratado de Tordesilhas. Muito bom. Para o ano dá série, acho eu.

CINE31 disse...

Pedro: esse livro está na lista para ler à tantos anos :-( desconhecia esse pormenor do Mediterrâneo...talvez o P.K.Dick se tenha inspirado na ideia ;-)

Ando a ler agora o Ubik ;-)